Direto dos EUA: Crises expõem fragilidades da OEA

Entidade sofre com falta de consenso entre seus membros.

BBC Brasil, BBC

28 de junho de 2012 | 15h42

Há três anos, no dia 28 de junho de 2009, uma crise política em Honduras derrubava o então presidente Manuel Zelaya.

Fórum hemisférico de discussão da crise, a Organização dos Estados Americanos (OEA), com sede em Washington, se tornava palco de divergências, mais que de soluções.

Na mais recente crise política - no Paraguai - a atuação do organismo volta a sofrer com a falta de consenso entre os seus 34 países-membros. E mais uma vez a OEA é qualificada de 'inútil' para resolver as crises do continente.

O comentário é do correspondente da BBC Brasil em Washington, Pablo Uchoa. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.