Diretor da agência <i>Reuters</i> é expulso do Irã

O diretor da agência de notícias britânica, Reuters, em Teerã, Jonathan Lyons, e seu esposa, correspondente de vários jornais ocidentais, foram expulsos do Irã, segundo informaram jornalistas locais. Lyons, que é norte-americano, abandonou Irã na noite de sexta-feira para sábado, por ordem oficial, segundo informaram amigos de Lyons. Sua esposa é correspondente de jornais como o britânico The Guardian e o norte-americano, The International Heral Tribune. Os motivos da expulsão dos jornalistas não foi divulgado pelo governo, nem tão pouco o atual paradeiro de ambos.

Agencia Estado,

04 de fevereiro de 2001 | 05h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.