Diretor de jornal a favor de reformas é preso

O Irã prendeu ontem o diretor e editor de política do jornal pró-reforma Maghreb, Amir Mousa. Segundo a agência de notícias oficial Fars, a detenção "pode estar relacionada" com a publicação, na terça-feira, de uma carta do ex-presidente iraniano Mohammad Khatami. No texto, o antecessor de Mahmoud Ahmadinejad pede que o Maghreb continue trabalhando com as "poucas publicações independentes" do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.