Diretor de TV do Iraque é ferido em explosão de bomba

Diretor de TV do Iraque é ferido em explosão de bomba

Atentado feriu mais oito pessoas; em outro incidente, bomba caiseira mata três

AE, Agência Estado

13 de abril de 2010 | 10h56

BAGDÁ - O diretor de relações públicas da emissora de televisão iraquiana Rasheed, Omar Ibrahim Rasheed, perdeu suas pernas quando uma bomba instalada em seu carro explodiu nesta terça-feira, 13, em Bagdá. O atentado ocorreu no distrito de Dora, na capital iraquiana, disse Majid Hamid, um jornalista do canal. Dois dos vizinhos de Rasheed e seis pessoas que passavam pela área se feriram, afirmou um funcionário do Ministério do Interior.

Rasheed, de 40 anos, já foi produtor da emissora de televisão Al-Baghdadia. Atualmente trabalhava na TV Rasheed, canal por satélite lançado há dois anos e comandado por um empresário sunita. Em outro incidente de hoje, três pessoas foram mortas e sete ficaram feridas quando uma bomba caseira explodiu perto de uma loja de bebidas em Zayuna, no leste de Bagdá.

O Observatório das Liberdades Jornalísticas, organização de defesa da mídia sediada em Bagdá, informa que 247 pessoas que trabalhavam na imprensa, a maior parte iraquianos, foram mortos no país desde a invasão liderada pelos Estados Unidos, em 2003. A organização não-governamental (ONG) Repórteres Sem Fronteira, em seu relatório do ano passado, lista o Iraque como o 145º colocado em liberdade de imprensa, em um ranking de 175 nações. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueviolênciabombaTVexecutivo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.