Dirigente de oposição venezuelana é assassinado

Pablo Uzcátegui, coordenador do partido opositor Projeto Venezuela, foi assassinado no estado de Barinas na segunda-feira. O assassino, que ainda não foi identificado, disparou duas vezes contra o político.

AE, Agência Estado

06 de agosto de 2013 | 20h13

De acordo com Carlos Berrizbeitia, correligionário de Uzcátegui, ele morreu na noite desta segunda-feira após ter recebido dois disparos enquanto dirigia seu veiculo na cidade de Barinas, capital do estado homônimo, que fica a aproximadamente 600 quilômetros de Caracas. No momento do assassinato, o filho de Uzcátegui estava com ele no carro. A mulher dele e duas filhas também presenciaram o atentado, pois estavam em outro carro na mesma via.

Deputado suplente do conselho legislativo de Barinas, Uzcátegui não teria recebido nenhuma ameaça de morte. Berrizbeitia afirmou que as autoridades não descartam nenhuma hipótese. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
venezuelaoposiçãoassassinato

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.