Dirigente do ETA foge da prisão pelo conduto de ventilação

Um alto dirigente do grupo armado basco ETA, Ibon Fernández Iradi, preso na quinta-feira na França, conseguiu fugir da cadeia de Bayonne de maneira "cinematográfica". Ele conseguiu passar por um estreito duto de ventilação de sua cela, sem que os policiais percebessem. Fernández iradi, vulgo "Suster" - que, segundo as autoridades espanholas, é "o maior responsável pelos comandos logísticos do ETA", fugiu durante a noite de sábado para domingo. O rebelde separatista, de 30 anos, conseguiu fazer seu corpo penetrar por um estreito conduto de ventilação da cela em que estava detido, sem que os guardas de segurança percebessem, disseram fontes oficiais, acrescentado que uma equipe da polícia francesa chegou hoje à região de Bayonne para iniciar uma investigação sobre suposta cumplicidade dos encarregados de manter na prisão o líder separatista. Ao mesmo tempo, milhares de espanhóis, portando a faixa "Fora, ETA", realizaram em Bilbao uma marcha de protesto convocada pelo governo autônomo moderado basco contra a organização separatista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.