Dirigente do partido do governo paquistanês é assassinado

Altaf Hossain, um dirigente local do Partido Nacionalista do primeiro-ministro Jaleda Zia, morreu em um ataque a bombas no Sudoeste do Paquistão. No atentando também faleceu Ashrafur Rahman, auxiliar de Hossain. Eles viajavam de motocicleta na noite desta terça-feira quando pelo menos quatro bombas foram lançadas contra eles por homens não identificados. Até o momento ninguém assumiu a autoria do atentado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.