Dirigente é dor de cabeça para presidente

Perfil de Julius Malema. Líder da Juventude do Congresso Nacional Africano

, O Estado de S.Paulo

10 de abril de 2010 | 00h00

Julius Malema tem 29 anos - tinha 10 quando o apartheid foi abolido -, mas fala como se tivesse pegado em armas para lutar contra o regime de segregação racial. Na África do Sul, ele é conhecido por ser um manancial de comentários politicamente incorretos. Aliado do governo, suas declarações têm servido para sujar ainda mais a reputação do presidente Jacob Zuma. Em 2005, Zuma foi acusado de estuprar a filha de um colega de partido. No auge do escândalo, Malema afirmou que não houve estupro porque a jovem havia "se divertido". "Quando uma mulher não gosta (de sexo), ela vai para casa de madrugada. Mas, quando ela se diverte bastante, espera o sol nascer e pede o dinheiro do táxi", disse na ocasião. / C. D.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.