Discurso de Bush é "declaração de agressão", diz Coréia

A Coréia do Norte criticou o discurso sobre o "estado da Nação" do presidente George W. Bush, realizado na terça-feira à noite, dizendo tratar-se de uma "declaração de agressão". Em sua primeira manifestação ao pronunciamento de Bush, a Coréia disse que "nunca permitirá ainvasão injustificada dos EUA à soberania e dignidade do (norte)e a destruição de seu sistema".As declarações são de porta-voz não identificado do Ministério das Relações Exteriores, em nota obtida através da agência de notícias oficial da Coréia do Norte. Em resposta às críticas de Bush ao líder coreano, a nota diz que o presidente norte-americano "até agora recebeu fama de difamador emocional, mas seu recente discurso claramente prova que é um charlatão desavergonhado". Ainda, a nota acusa Bush de confundir a opinião pública.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.