Discussão sobre crise e pacote favorecem Obama

O debate sobre a crise financeira e o pacote de ajuda de US$ 700 bilhões que será votado amanhã pelo Congresso americano favoreceram o candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, e reduzem as chances de virada para o rival democrata, John McCain, a apenas seis semanas das eleições.McCain reconhece que a economia não é seu ponto forte. Enquanto o assunto continuar dominando a agenda, suas chances de virada serão cada dia menores.A esperança dos republicanos é que o pacote surta efeito e deixe de ocupar o topo da agenda do eleitorado ao longo desta semana, permitindo que McCain imponha ao rival assuntos de seu interesse, como a política externa americana e as guerras do Iraque e do Afeganistão.Até o dia da eleição, 4 de novembro, democratas e republicanos ainda se enfrentarão em três debates, dois entre Obama e McCain e um entre todos os candidatos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.