Discussão sobre Iraque na ONU foi "boa", dizem EUA

Os EUA elogiaram a ?boa discussão? desta sexta-feira, na primeira reunião entre todos os 15 membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas para tratar da proposta americana de ampliar a participação internacional do Iraque. A reunião, informal, foi realizada no escritório da representação da Grã-Bretanha nas Nações Unidas.Embora a Rússia tenha oferecido uma aprovação cautelosa ao texto da nova resolução em elaboração pelos Estados Unidos, os representantes da França, Alemanha e da própria Rússia disseram que negociações importantes terão que ser feitas sobre questões como a rapidez com que o Iraque recuperará a independência e qual o tamanho da autoridade a ser concedida à ONU na reconstrução do país.A despeito das discordâncias, o chanceler britânico Jack Straw se disse ?otimista? de que um conjunto de concessões mútuas poderia ser obtido. Os países do Conselho de Segurança têm pontos de vista divergentes sobre a nova resolução: França, Alemanha e Síria criticaram-na, enquanto o Reino Unido, Espanha e Bulgária consideraram-na um passo positivo. Mas França e Alemanha disseram que a proposta americana serve de base para discussão, e o secretário de Estado dos EUA, Colin Powell, se declarou pronto para receber ?sugestões construtivas?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.