Discussão sobre programa nuclear coreano é retomada

As negociações sobre o programa nuclear da Coréia do Norte envolvendo seis países deverão recomeçar nesta segunda-feira, 19.Há um mês, China, Rússia, Japão, Estados Unidos e as duas Coréias chegaram a um acordo para que o governo norte-coreano fechasse o reator de Yongbyon em um prazo de 60 dias em retorno por ajuda financeira.A Coréia do Norte e os Estados Unidos teriam resolvido uma disputa sobre US$ 25 milhões congelados em um banco em Macau. Fontes do governo americano disseram que o dinheiro será transferido para uma conta chinesa para ser usado para educação e outros projetos humanitários na Coréia do Norte.O negociador norte-coreano, Kim Kye-gwan, havia avisado aos participantes da nova rodada de negociações que o país não iria fechar o reator se os Estados Unidos não liberassem o dinheiro.Os Estados Unidos haviam congelado o montante por causa de suspeita de lavagem de dinheiro.O negociador americano, Christopher Hill, havia dito mais cedo que não acreditava que o assunto fosse impedir o atual processo de negociação.Os Estados Unidos terminaram um inquérito sobre a suposta lavagem de dinheiro na semana passada, o que abriria o caminho para que o montante fosse liberado.Exercícios militaresO governo norte-coreano também condenou os exercícios militares a serem realizados em conjunto pelos Estados Unidos e pela Coréia do Sul neste mês, dizendo que o plano irá "envenenar a atmosfera da rodada de negociações".O jornal estatal Rodong Sinmun disse que o governo norte-coreano está pronto tanto "para a guerra como para o diálogo".Pelo acordo fechado no mês passado, a Coréia do Norte irá receber ajuda em forma de milhares de toneladas de combustível pesado para acabar com seu programa nuclear.O negociador da Coréia do Sul, Chun Yung-woo, disse que o governo norte-coreano teria indicado que as preparações para fechar o reator de Yongbyon já começaram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.