Discussões sobre programa nuclear do Irã continuam na 4ª

O Irã discutiu nesta terça-feira uma nova proposta apresentada pelos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança - Estados Unidos, Rússia, China, Reino Unido e França, mais a Alemanha, sobre seu programa nuclear, mas ainda é cedo para dizer se Teerã vai responder positivamente à oferta, declarou Michael Mann, porta-voz da chefe da diplomacia da União Europeia, Catherine Ashton.

AE, Agência Estado

26 de fevereiro de 2013 | 15h26

Após o primeiro dia de conversações, Man disse que os dois lados tiveram uma "reunião útil hoje". O grupo de seis potências "apresentou sua proposta. Houve uma discussão que durou cerca de duas horas e meia, então os iranianos saíram para estudar nossa proposta", disse ele.

Mann afirmou que as discussões vão continuar na manhã de quarta-feira "quando esperamos ter uma resposta mais detalhada".

Segundo um diplomata ocidental, o Irã realizou discussões bilaterais nesta terça-feira com a Alemanha, com a Rússia e também com o Reino Unido. Foi a primeira vez que o país manteve conversações bilaterais com o Reino Unido sobre questões nucleares desde que as negociações foram retomadas, em abril.

Diplomatas ocidentais estabeleceram expectativas baixas para a reunião desta semana, mas disseram nos últimos dias que esperavam, acima de tudo, um verdadeiro engajamento do Irã em relação à nova oferta que eles apresentariam.

Mais cedo, a agência de notícias iraniana Fars informou, citando um diplomata iraniano, que o país levou várias propostas para as conversações e apresentaria a que mais se adequasse à oferta feita pelas potências internacionais.

As conversações nucleares com o Irã se arrastam há uma década. A reunião desta terça-feira foi a primeira entre as potências e o Irã em oito meses. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãnucleardiscussões

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.