Disparos em tribunal na Dinamarca deixam 1 morto

Um homem armado abriu fogo nesta terça-feira no interior de um tribunal em Copenhague, matando um homem e ferindo gravemente um outro, informaram autoridades.

Estadão Conteúdo

16 de setembro de 2014 | 09h53

A polícia dinamarquesa disse ter detido um suspeito nas proximidades e apreendido uma espingarda. Não estava claro o motivo que levou o homem a fazer os disparos, mas um porta-voz do tribunal disse que pode ter sido um "confronto de família". Segundo a polícia, os disparos parecem ter relação com um caso judicial. As identidades do suspeito e das vítimas não haviam sido divulgadas.

A polícia informou que o incidente aconteceu pouco depois das 10h (horário local). Uma vítima foi atingida no interior do tribunal de Bailiff, que é parte do Tribunal da Cidade de Copenhague, e a outra foi alvejada do lado de fora do edifício. Várias ruas nas proximidades do prédio, que fica próximo à Câmara Municipal, foram isoladas pela polícia.

O tabloide Ekstra Bladet publicou uma fotografia em seu site mostrando um oficial da polícia apontando uma arma para uma pessoa, que estava ajoelhada. Segundo o jornal, esta pessoa seria o suspeito de ter realizado os disparos.

"Provavelmente estamos falando sobre um confronto de família com um trágico final", disse Soeren Axelsen, diretor do Tribunal da Cidade de Copanhague. Segundo ele, nenhuma das vítimas trabalha no tribunal, mas Axelsen não forneceu mais detalhes. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Dinamarcatribunaltiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.