Dissidente cubano encontra escutas em casa

Um dos mais conhecidos ativistas políticos cubanos denuncia ter encontrado escutas plantadas pelo governo comunista em sua casa, e mostrou a repórteres pequenos microfones que alega ter encontrado em seu quarto e na sala de jantar. Oswaldo Paya, principal organizador do movimento pró-democracia Projeto Varela, disse que "ficamos indignados que um método tão baixo seja usado contra o lar de uma família".Engenheiro de telecomunicações, Paya disse ter desconfiado de espionagem, e por isso desmontou as saídas para telefone da casa e encontrou escutas em dois locais. Paya acusou a empresa telefônica ETECSA, que é de propriedade do governo e de uma firma italiana, pelas escutas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.