Dissidentes cubanos chegam à Espanha

Três presos políticos cubanos, entre eles Adrián Alvarez, dissidente que ficou mais tempo na prisão em Cuba, chegaram ontem a Madri, na Espanha, informaram fontes diplomáticas do país. Alvarez chegou à capital espanhola acompanhado de Ramón Fidel Basulto, Joel Torres e inúmeros parentes. Alvarez, atualmente com 44 anos, foi preso aos 19, acusado de atos contra a segurança do Estado e espionagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.