Dissidentes exilados fazem protesto no mar

Cubanos exilados dos EUA organizaram ontem uma manifestação marítima para protestar contra a situação dos direitos humanos na ilha. Os manifestantes navegaram da Flórida em direção a Cuba. Planejavam ancorar a 19 km de Havana, em águas internacionais, no início da noite. O governo cubano considerou a 18.ª "flotilha" uma "provocação" e qualificou seu organizador, Ramón Sánchez, de "terrorista".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.