Divisão de Jerusalém é inevitável, diz Olmert

O premiê israelense, Ehud Olmert, indicou ontem que seu país talvez não tenha outra opção senão concordar em dividir Jerusalém com os palestinos. "Os aliados de Israel, quando fala sobre o nosso futuro, falam de Israel nos termos das fronteiras de 1967. Falam da divisão de Jerusalém", afirmou entrevista ao jornal The Jerusalem Post. Para analistas, a declaração parece ser uma forma de preparar a opinião pública para a possibilidade da divisão da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.