DNA inocenta suspeito de estupro que se matou na cadeia

Um sem-teto que se suicidou numa cela de delegacia horas depois de ter sido indiciado por estupro foi inocentado do crime após a realização de um exame de DNA, informou a polícia.Evidências forenses coletadas após o suposto estupro são geneticamente incompatíveis com Wade Evan Deemer, que se enforcou com a camisa na delegacia de West Chester em agosto, informaram investigadores.Deemer, de 41 anos, foi detido em 24 de agosto após ser identificado por uma mulher de 18 anos como o homem que a levou à força a um bosque e a estuprou. A polícia continua investigando o crime.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.