Mohamad Torokman/Reuters
Mohamad Torokman/Reuters

Doadores da Autoridade Palestina pedem volta do diálogo com Israel

Negociações diretas entre os dois lados foram congeladas em 2010; impasse ameaça economia, dizem

AE-DOW JONES, Agência Estado

19 Setembro 2011 | 02h26

Atualizado às 13h55

 

NAÇÕES UNIDAS - Os principais doadores da Autoridade Palestina (AP) se juntaram no domingo aos pedidos pelo retorno às negociações diretas entre palestinos e israelenses, dizendo que o impasse político ameaça a economia do que seria o novo país.

 

Veja também:

lista HOTSITE: A busca pelo Estado palestino

lista ENTENDA: O que os palestinos buscam na ONU
especialESPECIAL: As disputas territoriais no Oriente Médio

 

As preocupações foram manifestadas pelo ministro de Relações Exteriores da Noruega, Jonas Gare Store. Ele presidiu uma reunião do principal comitê de doadores aos palestinos.

 

O primeiro-ministro palestino, Salam Fayyad, e o vice-ministro de relações exteriores de Israel, Danny Ayalon, estiveram no encontro.

 

Diálogo congelado

 

As negociações diretas entre os dois lados foram congeladas no ano passado, e os palestinos agora estão em conflito com Israel e com os EUA por conta do plano de buscar reconhecimento como membro pleno das Nações Unidas.

 

"Há uma mensagem desta reunião de que há uma necessidade urgente, como nós doadores vemos, de que as negociações políticas sejam retomadas de forma que possamos avançar com esta visão de Israel e Palestina vivendo juntos lado a lado", disse Store.

 

As informações são da Dow Jones

Mais conteúdo sobre:
PalestinaANPdoadoresIsrael

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.