Doença desconhecida mata 40 no Afeganistão

Uma epidemia descoberta no oeste do Afeganistão já matou 40 pessoas nas últimas duas semanas, e autoridades de saúde acreditam tratar-se de escorbuto ou, então, de uma forma de febre hemorrágica.Segundo a porta-voz da Organização Mundial da Saúde (OMS), Lorie Hieber Girardet, funcionários da organização não-governamental (ONG) francesa Ação Contra a Fome descobriram a doença quando chegaram à vila de Tajwara, no oeste afegão, em 28 de fevereiro, para entregar comida à população local.De acordo com Girardet, 80 pessoas aparentemente contraíram a doença. Ela acrescentou que as autoridades ainda não identificaram a enfermidade, mas se acredita tratar-se de escorbuto caracterizado pela ausência de vitamina C e diretamente ligada à fome, ou febre hemorrágica Criméia-Congo, um vírus mortal relacionado ao Ebola."Tudo leva a crer que estes casos estejam relacionados à deficiência nutricional", disse o porta-voz da OMS em Genebra, Lain Simpson. "Os sintomas relatados não indicam certamente tratar-se de febre hemorrágica".A OMS quer enviar um helicóptero à vila para tratar e diagnosticar as vítimas, assim como evacuar os funcionários que talvez tenham entrado em contato com a doença.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.