Dois adolescentes sírios são detidos por briga com morte na Alemanha

Comunicado aponta que fica descartada a hipótese de terrorismo

O Estado de S.Paulo

19 Agosto 2017 | 11h23

BERLIM - A polícia e a promotoria alemãs informaram neste sábado, 19, em comunicado conjunto sobre a detenção de dois adolescentes de origem síria por uma briga na sexta-feira, 18, na cidade de Wuppertal, no oeste do país, na qual uma pessoa morreu após ser esfaqueada e uma segunda ficou ferida.

O comunicado aponta que fica descartada a hipótese de terrorismo e que os dois adolescentes, de 14 e 16 anos, foram detidos ontem à noite.

A polícia, que ainda procura outros dois homens de 23 e 29 anos pela suposta relação com os fatos, comprovou durante os primeiros interrogatórios que os dois detidos e as vítimas se conheciam.

Além disso, as forças de segurança buscam possíveis testemunhas do ocorrido que possam ter feito imagens da agressão.

O fato ocorreu depois de uma briga envolvendo várias pessoas em uma loja nas proximidades da estação central.

No transcurso da briga, um homem de 31 anos morreu e seu irmão, de 25, ficou ferido, também por arma branca, e teve que ser internado em um hospital, enquanto que os agressores fugiram do lugar.

Ambas as vítimas são originárias do Iraque, precisaram a polícia e a promotoria. / EFE

Mais conteúdo sobre:
Berlim [Alemanha] Terrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.