Dois alemães são seqüestrados no Afeganistão

Um ataque suicida mata um civil e fere 25 na província de Badakshan

Agência Estado e Associated Press,

19 Julho 2007 | 03h56

Homens armados raptaram dois alemães e dois cidadãos afegãos que trabalhavam no projeto de uma barragem na região central do Afeganistão, informou a polícia. Os alemães e o motorista e o tradutor afegãos foram capturados na quarta-feira na Província de Wardak, distrito de Jaghatu. Um outro alemão, que havia sido seqüestrado no oeste do país em 28 de junho, foi libertado uma semana depois do seqüestro. Os seqüestradores exigiram US$ 40 mil para libertá-lo, mas não se sabe se o resgate foi pago. Um suicida explodiu-se nesta quinta-feira do lado de fora da delegacia de Fayzabad, capital da Província de Badakshan, norte do país, matando um civil e ferindo outras 25 pessoas. O ataque ocorreu um dia depois que prováveis militantes do Taleban emboscaram dois comboios da polícia afegã, matando 12 pessoas, seis em cada ataque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.