AP Photo/Hadi Mizban
AP Photo/Hadi Mizban

Atentados em Bagdá matam 23 pessoas e deixam 68 feridas

Homens-bomba detonaram um cinto de explosivos que levavam junto ao corpo; Estado Islâmico reivindicou a autoria de dois dos ataques

O Estado de S. Paulo

17 Setembro 2015 | 11h00

BAGDÁ - Ao menos 23 pessoas morreram nesta quinta-feira, 17, e outras 68 ficaram feridas em atentados ocorridos em Bagdá, segundo as forças de segurança da capital iraquiana.

Três bombas explodiram em Wathba e Tayran, no centro da cidade.

O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou a autoria de dois ataques. Homens-bomba detonaram um cinto de explosivos que levavam junto ao corpo e mataram 19 pessoas.

Uma terceira explosão, próximo ao distrito de Bab al-Muadham, deixou quatro mortos.

As forças iraquianas, com o apoio do Irã e de uma coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, conseguiram recuperar parte do território que estava sob controle dos jihadistas nos últimos meses. Mas grande parte do oeste do país ainda permanece nas mãos do Estado Islâmico. /AFP, REUTERS e EFE

Mais conteúdo sobre:
IraqueEstado Islâmicoataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.