Dois aviões são obrigados a aterrissar nos EUA

Dois aviões com destino a Nova York foram obrigados a aterrissar em outros aeroportos dos Estados Unidos por motivos de segurança. Um porta-voz do FBI disse que o vôo 300 da National Airlines, que tinha partido de Las Vegas, teve que aterrissar na Filadélfia, escoltado por um caça F-16, depois que uma mulher levantou de seu acento para ir ao banheiro a 30 milhas (48 km) do aeroporto de Nova York.Desde os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, as autoridades aeroportuárias proibiram que os passageiros se levantem de suas poltronas a menos de 30 milhas de distância (48 km) do lugar de destino. A mulher, uma asiática que não fala inglês, passou mal e se levantou repentinamente. O pouso foi acompanhado por um enorme aparato de segurança, mas o evento foi logo esclarecido, disse o porta-voz do FBI.O segundo avião com destino a Nova York era o vôo 1315 da Air Portugal, que havia partido de Lisboa. Foi feito um pouso de emergência em Dover por causa de uma aparente falta de entendimento entre o piloto e os controladores de vôo do aeroporto John F. Kennedy, de Nova York.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.