Dois carros-bomba explodem na Bolívia

Pelo menos três pessoas morreram, nesta sexta-feira, em Santa Cruz, cidade do leste boliviano, em conseqüência da explosão de dois carros-bomba - um na sede do comando da polícia departamental (estadual), e outro nas proximidades de um banco. A polícia informou que várias dezenas de pessoas que passavam pela zona ficaram feridas nas explosões, cuja autoria não foi reivindicada. Os agentes, no entanto, têm como principais suspeitos os membros de um grupo delinqüente que foi desarticulado na última terça-feira e era formado por mais de 30 pessoas que se dedicavam a assalto a bancos, joalherias e carros-fortes. O maior temor dos policiais de Santa Cruz, que fica a 570 quilômetros da capital, La Paz, é que o grupo esteja ligado ao ex-tenente-coronel da polícia Blas Valencia, aparentemente o chefe do bando delinqüente, cujos assaltos nos últimos meses já custaram a vida de cinco agentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.