Dois criminosos sexuais são mortos a tiros no Maine

Duas pessoas acusadas de praticar ofensas sexuais foram mortas a tiros em suas residências na manhã deste domingo na cidade de Augusta, nos Estados Unidos. Os incidentes levaram o governo do Maine a tirar do ar um website que traz os registros de todos criminosos sexuais do Estado. A polícia estadual informou que o site, que contém as fotos, os nomes e os endereços de mais de 2.200 criminosos sexuais, foi desativado por "precaução". Os investigadores informaram que um rapaz canadense de 19 anos descrito como "suspeito" no caso tentou suicidar-se após ser encurralado por policiais em um terminal de ônibus de Boston, na tarde deste domingo. Embora tenha sido levado ao Centro Médico de Boston, o suspeito Stephen A. Marshall, corria risco de morte, informou um porta-voz do hospital. A caminhonete de Marshall teria sido vista deixando uma das casas das vítimas no momento dos disparos. A polícia do Maine entrou em contato com as autoridades de Boston depois que o veículo do canadense foi encontrado abandonado e balas foram encontradas no banheiro de um terminal rodoviário, disse o porta-voz do Departamento de Segurança Pública do Maine. As duas vítimas dos ataques foram identificadas como Joseph L. Gray, de 57 anos, e William Elliott, de 24.

Agencia Estado,

17 Abril 2006 | 00h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.