Dois homens acusados de "agredir" Blair com farinha

Dois homens acusados de jogar farinha sobre o primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Tony Blair, durante uma sessão da Câmara dos Comuns, foram acusados formalmente pela polícia. Patrick Ronald David, de 48 anos, e Guy Richard Harrison, de 36, foram acusados de violar a Lei da Ordem Pública no incidente. Ambos foram libertados mediante pagamento de fiança, mas deverão se apresentar na próxima quarta-feira perante o Tribunal de Bow Street.Em meio ao temor de que o protesto contra Blair fosse um atentado com arma química, o presidente da Câmara dos Comuns, Michael Martin, ordenou o esvaziamento do recinto logo depois de um pequeno recipiente com farinha de milho e corante ter sido jogado nas costas do primeiro-ministro.Blair não ficou ferido e especialistas rapidamente disseram que se tratava de uma substância inócua. O incidente demonstrou a necessidade de modificar medidas de segurança "antiquadas" no Parlamento, declarou um ministro de Blair.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.