Dois homens são indiciados por alerta de bomba em Heathrow

Suspeitos estavam a bordo de avião da Emirates com destino a Dubai.

BBC Brasil, BBC

09 de janeiro de 2010 | 21h48

A polícia britânica indiciou dois homens em conexão com um alerta de segurança em um avião no aeroporto de Heathrow, em Londres, na sexta-feira à noite.

Policiais armados entraram no avião da Emirates, que iria seguir para Dubai, depois de ameaças verbais feitas por três homens.

A polícia de Londres disse que os três suspeitos, de 58 anos, 48 anos e 36 anos, foram presos.

O incidente ocorreu em meio à crescente tensão pela segurança nos aeroportos, depois da fracassada tentativa de explodir um avião que sobrevoava solo americano no Natal.

A polícia declarou ter sido chamada depois de uma "ameaça verbal".

"Eles foram presos sob suspeita de ameaçar soltar uma bomba", disse a polícia.

Agentes e cães farejadores realizaram buscas no avião após a prisão dos suspeitos, mas nenhuma substância perigosa foi encontrada. A nave levava 331 passageiros a bordo.

Partida atrasada

Os outros passageiros acabaram sendo retirados do avião e foram levados para um hotel onde passaram a noite. O vôo foi adiado para sábado à tarde.

"Depois de comentários feitos enquanto o voo EK004 se preparava para partir do aeroporto de Heathrow (na sexta-feira) à noite, a tripulação alertou a Metropolitan Police, que em seguida subiu a bordo do avião e prendeu três passageiros", informou a Emirates em um comunicado.

"A segurança de nossos passageiros está acima de tudo. Pedimos desculpas pela inconveniência."

A ameaça foi feita às 21h15 da sexta-feira, hora de Londres (19h15 no Brasil), quando o avião se preparava para levantar voo.

Acredita-se que os suspeitos eram britânicos que viajavam na classe econômica do avião.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
bombaheathrowterrorlondresaeroporto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.