Dois jornalistas são presos em caso Sakineh

O Irã prendeu no domingo dois jornalistas alemães que entrevistavam Sajjad Ghaderzadeh, filho de Sakineh Ashtiani, condenada à morte por apedrejamento em 2006. Um porta-voz do Judiciário do Irã afirmou que eles entraram no país com vistos de turismo e não tinham documentos para provar ser jornalistas. O Ministério das Relações Exteriores alemão disse que a embaixada em Teerã está investigando o caso. Segundo ativistas, o filho e o advogado de Sakineh também teriam sido detidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.