Dois militantes da ETA são presos após trégua

Um dia após fazer nova declaração de trégua, a organização separatista basca ETA sofreu duas novas baixas em sua liderança. Um homem e uma mulher, supostamente responsáveis pela codificação das informações digitalizadas do grupo, foram presos no norte da Espanha e no sudoeste da França, em uma operação conjunta dos dois países.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.