Dois militares canadenses são mortos no Afeganistão

Dois soldados da Força para a Assistência àSegurança (Isaf) morreram e outros três ficaram feridos, no sábado, no sul do Afeganistão, quando a patrulha onde estavam foi atacada comlança-granadas e armas leves, segundo um comunicado divulgado neste domingo. Os dois mortos são militares canadenses que pertencem às forças internacionais postadas na problemática província de Kandahar, ondese encontra a maioria dos 2.300 soldados enviados pelo Canadá ao Afeganistão. Neste ano, mais de 30 soldados desta nacionalidade perderam a vida na região, antiga base do Taleban. O ataque de sábado em Kandahar aconteceu apenas um dia depois de dois militares americanos e nove civis morrerem nesta mesma província em um atentado suicida. Um civil afegão morreu atingido por disparos das tropas da Isaf quando se aproximou "de maneira ameaçadora" do cordão de segurança montado pelos militares ao redor do lugar do atentado, indicou a força multinacional, que assinalou que os soldados temeram que se tratasse de outro ataque suicida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.