Dois morrem em explosão em mesquita no Azerbaijão

Granada foi lançada por um indivíduo que fugiu; outras noves pessoas ficaram feridas

Efe,

18 de agosto de 2008 | 04h39

Pelo menos duas pessoas morreram e outras nove ficaram feridas na explosão de uma granada lançada por um indivíduo que fugiu na mesquita de Abu-Bekra de Baku, informou nesta segunda-feira, 18, a Polícia da capital azerbaijana. O ataque aconteceu na véspera, durante a oração vespertina, quando na mesquita havia mais de uma centena de pessoas. "É uma provocação contra nós. Querem fechar a mesquita. Um muçulmano jamais teria jogado uma granada em uma mesquita", disse a um grupo de jornalistas um dos fiéis que se achava no templo no momento da explosão. A mesquita de Abu-Bekra é considerado um centro de reunião de muçulmanos que professam o wahhabismo, corrente majoritária sunita que se caracteriza por uma interpretação ortodoxa do Islã. A Polícia não antecipou nenhuma versão sobre os motivos do ataque contra a mesquita, que não sofreu danos em conseqüência da explosão.

Tudo o que sabemos sobre:
Azerbaijãoataqueexplosão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.