Dois mortos em explosão de prédios em NY

Subiu para dois o número de mortos na explosão de prédios no leste do Harlem, em Nova York, afirmou um policial nesta quarta-feira. As vítimas são duas mulheres, ainda não identificadas. Ao menos 17 pessoas ficaram feridas.

Agência Estado

12 de março de 2014 | 13h29

Segundo o policial, a suspeita é de que o acidente tenha sido causado por vazamento de gás. A autoridade informou ainda que a explosão afetou três prédios - os números 1642, 1644 e 1646 da Park Avenue, sendo que os dois últimos prédios entraram em colapso. As primeiras notícias eram de que duas edificações haviam sido atingidas.

Testemunhas disseram ter ouvido um forte barulho de explosão perto da Rua East 116th e da Park Avenue. Os Bombeiros receberam a primeira ligação às 9h31 (horário local) e chegaram ao local cerca de dois minutos depois.

A causa da explosão ainda não estava clara, mas a empresa de fornecimento de gás Consolidated Edison disse ter recebido um aviso por telefone de cheiro de gás por volta das 9h15 (horário local), disse o porta-voz da companhia, Sidney Alvarez. O telefonema foi feito por um morador do número 1652 da Park Avenue. O serviço mandou um caminhão ao local, mas o veículo chegou depois da explosão, conforme o porta-voz. O serviço de gás e eletricidade foi interrompido na área enquanto equipes procuram por vazamentos.

O Corpo de Bombeiros enviou 44 carros e 200 combatentes ao local. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
EuaexplosãoprédioNova York

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.