Dois oficiais da Otan são mortos no Afeganistão

Dois oficiais da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) foram mortos em ataques rebeldes no oeste do Afeganistão, informou neste domingo a coalizão militar da entidade. A aliança, conhecida como Isaf, não informou detalhes sobre as mortes ou as nacionalidades dos dois oficiais. Pelo menos 44 oficiais da coalização já foram mortos no país até o momento.

AE, Agência Estado

29 de julho de 2012 | 18h56

A aliança também negou as queixas do embaixador do Paquistão nos Estados Unidos de que as forças armadas paquistanesas haviam informado a Otan 52 vezes nos últimos meses de que insurgentes foram vistos passando do território do Paquistão para o do Afeganistão. "Sempre que o exército paquistanês pediu ajuda, a Isaf imediatamente despachou a quantidade de oficiais adequada para lidar com a questão", afirmou a coalizão, em nota. "No espírito da melhoria recente do relacionamento com o exército paquistanês, a Isaf continuará levando cada relatório militar paquistanês de movimento entre fronteiras muito a sério e ajudará quando e onde for possível." As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoOtanviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.