Dois palestinos mortos e 15 feridos em operação israelense

Dois palestinos morreram e 15 ficaram feridos numa operação executada por soldados israelenses nesta terça-feira na Faixa de Gaza, informaram oficiais de segurança ligados aos dois lados do conflito. Segundo o Exército de Israel, seus soldados foram atacados por dois palestinos armados com metralhadoras que se aproximaram de um posto militar em Rafah, na fronteira com o Egito.O Exército revelou ter matado um palestino e informou que os palestinos dispararam munições antitanque durante as buscas pelo outro.Ali Musa, médico de um hospital de Rafah, disse que um palestino de 20 anos foi assassinado com um tiro na cabeça. Outros 15 ficaram feridos, dois deles em estado grave, disse ele. Testemunhas palestinas contaram que os soldados abriram fogo com metralhadoras posicionadas em tanques.Musa denunciou a ação dos militares, que atiraram contra ambulâncias enquanto as vítimas eram resgatadas. O Exército, por sua vez, alega que chamou uma ambulância para socorrer os feridos.Forças de segurança palestinas disseram ainda que soldados israelenses demoliram uma casa e um túnel em Rafah. Esse tipo de ação vem se tornando comum por parte do Exército do Estado judeu, segundo o qual os túneis são utilizados para o tráfico de armas provenientes do Egito.Segundo o Exército, um artefato explosivo conectado a uma casa por um fio foi descoberto numa estrada próxima à fronteira. O Exército disse ainda que granadas foram atiradas contra os soldados durante a operação.Em Jerusalém, quatro palestinos que residem no setor oriental da cidade declararam-se culpados por envolvimento direto em quatro atentados a bomba que deixaram 35 pessoas mortas, informaram fontes da Justiça.Segundo os promotores, os quatro pertencem a uma célula de 15 membros que orquestrou ataques como o que deixou 11 israelenses mortos em um café de Jerusalém, em março, e o que deixou nove mortos na lanchonete de uma faculdade, em julho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.