Agência espacial russa Roscosmos / Handout / Reuters
Agência espacial russa Roscosmos / Handout / Reuters

Dois russos e um americano decolam para Estação Espacial Internacional

A decolagem aconteceu nesta quinta-feira, 9, e a missão deve durar seis meses

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2020 | 05h49

O astronauta americano Chris Cassidy e os cosmonautas russos Anatoli Ivanichin e Ivan Vagner decolaram nesta quinta-feira, 9, para a Estação Espacial Internacional (ISS), deixando para trás um planeta confinado e atormentado pela pandemia.

Os três homens decolaram às 08H05 GMT do Cosmodrome russo Baikonur, no Cazaquistão, de acordo com imagens divulgadas pelas agências espaciais dos EUA e da Rússia. Eles devem passar seis meses a bordo da ISS.

A nave decolou com a ajuda de um foguete Soyuz-2.1a, o primeiro usado para o lançamento de um aparelho tripulado. O acoplamento do Soyuz MS-16 com a plataforma orbital internacional, que ocorrerá no modo automático, está programado para as 14:15 GMT. / AFP e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.