Dois soldados americanos morrem em ataques no Iraque

O Exército dos Estados Unidos anunciou nesta quinta-feira a morte de dois soldados em ataques separados ocorridos no norte e no oeste do Iraque, segundo uma nota do comando militar das tropas americanas.Um comunicado do Exército dos EUA explica que um militar morreu na quarta-feira ao ser baleado enquanto participava de uma operação de segurança na localidade de Al Huaiya, 200 quilômetros ao norte de Bagdá.O outro soldado morreu, também na quarta-feira, como conseqüência dos ferimentos sofridos em uma "ação hostil" ocorrida durante uma operação militar realizada na província de Al-Anbar, no oeste do país, considerada reduto da insurgência árabe sunita, segundo outra nota do comando militar.Com estas novas mortes, chega a 2.647 o número de soldados americanos mortos no Iraque desde a invasão do país, em março de 2003.Israel assume Forças ArmadasNesta quinta-feira o governo iraquiano assumiu formalmente o controle das Forças Armadas no país. O comando deixa de ser exercido pelas coalizão liderada pelos Estados Unidos. Autoridades americanas consideram a transição como um passo importante no caminho do Iraque rumo à independência.Apesar da transferência, episódios de violência continuam no país. Horas antes da cerimônia de troca de comando, seis ataques a bomba, visando patrulhas da polícia em Bagdá, mataram pelo menos 17 pessoas e feriram mais de 50.

Agencia Estado,

07 de setembro de 2006 | 11h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.