Dois soldados britânicos rebelam-se contra a guerra

Dois soldados britânicos que se negaram a combater nas operações militares contra o Iraque foram enviados de volta para casa, informou hoje o semanário The Sunday Times.Os dois soldados estão sujeitos agora à corte marcial e a uma possível condenação a dois anos de prisão por desobedecer a uma ordem de seus superiores.De acordo com o jornal, os dois são um soldado raso e um técnico de aviação da 16ª Brigada, uma unidade de fronteira que travou combates no sul do Iraque.Os dois rebeldes disseram a seu comandante que não estavam dispostos a combater em uma guerra que provoca a morte de civis inocentes. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.