Dois suspeitos de terrorismo comparecerão à Justiça em Paris

Dois suspeitos de participação em umataque fatal contra uma sinagoga em Túnis foram transferidos aParis, onde serão apresentados diante de um juiz antiterrorista,informou hoje a polícia francesa. Sob um forte esquema de segurança, Walid Naouar e MohamedSathi Naouar, irmão e tio do principal suspeito do atentado,foram levados do quartel-general da polícia de Lyon à capitalfrancesa a bordo de uma caravana de veículos sem identificaçãoda polícia. Os dois suspeitos fazem parte de um grupo de oito pessoasdetidas pela inteligência francesa na terça-feira em uma áreapróxima a Lyon em relação ao ataque, ocorrido em abril e que asautoridades alemãs relacionaram com a rede terrorista Al-Qaeda. Os detidos são familiares e amigos de Nizar Naouar, suspeitode ter conduzido um caminhão que explodiu em frente à históricasinagoga de Ghriba, na cidade de Djerba, em Túnis. Dezenove pessoas morreram no atentado, 14 delas denacionalidade alemã. A polícia francesa já libertou dois homensque foram interrogados na semana passada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.