Dois terços dos italianos são contra a guerra, mostra pesquisa

Dois em cada três italianos se opõem a uma ação militar contra o Iraque, segundo o resultado de uma pesquisa publicada hoje pelo jornal milanês Corriere della Sera. As cifras indicam que 69% dos italianos se opõem totalmente à guerra, quaisquer que sejam as circunstâncias, enquanto 8% são favoráveis à guerra, mesmo sem a aprovação da ONU, e 21% só a consideram legítima com a aprovação das Nações Unidas.Por outro lado, na eventualidade de uma guerra, mais da metade dos italianos (53%) opinam que a Itália não deveria participar de nenhuma ação militar. Um terço dos italianos, ao contrário, acha que em caso de guerra a Itália deveria unir suas forças às anglo-americanas, desde que a ação seja autorizada pela ONU. Entre os que se opõem à guerra, 78% são mulheres, contra 58% dos homens.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.