Dois turistas belgas são assassinados no sul do Iêmen

Supostos terroristas fugiram do local em direção ao deserto, após o qual se iniciou dispositivo de perseguição

Efe

18 de janeiro de 2008 | 16h42

Dois turistas belgas foram assassinados por um grupo de homens armados na província de Hadramaut, no sul do Iêmen, informaram à Agência Efe fontes policiais iemenitas. As fontes acrescentaram que outros três iemenitas ficaram feridos no atentado. Segundo as primeiras informações, um grupo de homens armados abriu fogo a partir de um veículo 4x4 em andamento contra um grupo de turistas que visitavam a região de Hadarin, na província localizada a 900 quilômetros ao sudeste da capital, Sana. Os supostos terroristas fugiram do local em direção ao deserto, após o qual se iniciou um dispositivo de perseguição no qual foram usados helicópteros para localizar e deter os culpados. Ainda se desconhece se os membros do grupo de turistas são todos de nacionalidade belga ou se procedem de diferentes países. Este incidente é o primeiro destas características desde o dia 2 de julho do ano passado, oito turistas espanhóis e dois súditos iemenitas morreram em Marib, a 170 quilômetros ao leste d Sana, quando um suicida entrou com seu carro 4x4 carregado de explosivos contra o comboio de veículos dos turistas.

Tudo o que sabemos sobre:
Iêmen

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.