Dois turistas do cruzeiro grego estão desaparecidos

O Ministério da Marinha Mercante grego informou nesta sexta-feira, 6, em Atenas, que dois turistas franceses, pai e filha, estão desaparecidos após a colisão na quinta-feira, 5, do cruzeiro "Sea Diamond" na ilha grega de Santorini.Uma turista francesa advertiu as autoridades que, entre os passageiros evacuados na noite de quinta-feira, não estavam seu esposo, de 45 anos, e sua filha de 16 anos.Segundo um porta-voz do ministério disse nesta sexta-feira à televisão Alpha, o capitão do cruzeiro informou às 18h40 (12h40 de Brasília) da quinta-feira que os 1.155 passageiros do navio estavam a salvo.O porta-voz da companhia Louis Cruise Lines, Giorgos Stathopulos, disse nesta sexta-feira à Alpha que não terminou ainda a apuração definitiva em relação à lista de passageiros.Stathopulos não descartou que haja mais desaparecidos em conseqüência da colisão entre o navio e um recife, a menos de dois quilômetros de Santorini.O cruzeiro de 140 metros de comprimento afundou na madrugada desta sexta-feira às margens da ilha, onde tinha sido rebocado por outras embarcações para evacuar os ocupantes que agora parecem ser 1.546, contando os 1.155 passageiros e 391 membros de tripulação, sem que haja uma coincidência entre as declarações do ministério e da companhia.A empresa anunciou que apenas 71 turistas ainda estão em Santorini, e os outros já voltaram a Atenas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.