Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
AFP
AFP

Dois voos da Air France são desviados por ameaça de bomba

Casos em Salt Lake City e Halifax estão sendo investigados

O Estado de S. Paulo

18 de novembro de 2015 | 01h26

LOS ANGELES - Dois aviões da Air France que partiram dos EUA para a França foram desviados e tiveram que pousar nesta madruagada de quarta-feira, 18, após receber ameaças de bomba, informou a companhia aérea francesa. 

Um Airbus A-380 que decolou de Los Angeles aterrissou em Salt Lake City, no Estado de Utah, onde passageiros e tripulantes foram retirados do avião e transferidos para o terminal, disse um porta-voz da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA). O outro voo deixou o Aeroporto Internacional de Dulles, em Washington, e foi desviado para o Aeroporto Internacional de Halifax, no Canadá. 

Os dois aviões aterrissaram sem problemas e sem que ocorresse qualquer tipo de dano.

A emissora CNN informou que o voo que havia partido de Los Angeles, identificado com o número 65 pela Air France, recebeu a ameaça de bomba no momento da decolagem. Pouco depois, o voo 55 que faria a rota entre Dulles e o aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, recebeu outra ameaça, mas não se sabe se foi a mesma pessoa que fez a denúncia em ambos os casos.

"Vários corpos de segurança estão trabalhando para determinar a natureza das ameaças que causaram o desvio do voo 65", disse o agente especial da divisão de Salt Lake City do FBI, Todd Palmer.

Em comunicado, a Air France informou que os dois voos foram alvo de "ameaças anônimas recebidas após suas respectivas decolagens". "Como medida de precaução e para realizar todas as verificações necessárias em matéria de segurança, a Air France, em aplicação das normas de segurança, decidiu solicitar a aterrissagem dos dois aviões", indicou a companhia aérea. /REUTERS e EFE


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.