Dólar falso com foto de Bin Laden e Saddam na Argentina

Dólares falsos ilustrados com retratos do líder da Al-Qaeda, Bin Laden e do presidente iraquiano, Saddam Hussein, foram descobertos na Argentina numa operação realizada dentro do inquérito sobre o atentado contra a seguradora israelense AMIA, em 1994. Segundo fontes judiciais argentinas, as notas falsas, fabricadas para servir como propaganda, foram apreendidas numa busca na residência de um cidadão libanês, cuja identidade não foi revelada, sob a ordem do juiz Juan José Galeano, encarreguado do inquérito. Além dos dólares falsos, os investigadores descobriram ainda pedidos de visto de libaneses e um grande número de documentos escritos em árabe, revelaram as mesmas fontes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.