Domingo Cavallo renunciou, afirma mídia argentina

O canal de TV Todo Noticias informou por volta de 1h00 (2h00 de Brasília) que o ministro da Economia, Domingo Cavallo, renunciou ao cargo em meio à séria crise social que levou o governo a decretar estado de sítio nesta quarta-feira. Também o jornal Ambito Financiero publicou em sua versão on-line a queda do ministro.Em Brasília, o deputado José Aníbal, presidente nacional do PSDB, disse no início da madrugada que o presidente argentino, Fernando de la Rúa, deu "fortes indicações" a Fernando Henrique Cardoso de que Cavallo realmente deixaria o cargo. O presidente argentino não foi explícito em seu telefonema, segundo Aníbal, mas FHC concluiu como praticamente certa a mudança.Manifestações continuamMilhares de pessoas permaneceram concentradas na Praça de Maio, em frente ao Congresso, e diante do prédio onde mora o ministro Cavallo, em protestos que adentraram a madrugada. As manifestações eram pacíficas e, apesar do estado de sítio, a polícia não conseguia dispersar os manifestantes nas ruas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.