Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Frederic J. Brown/AFP
Frederic J. Brown/AFP

Donald Trump aparece bem nas pesquisas em New Hampshire e Iowa

Pré-candidato tem liderado corrida, mas analistas dizem que candidatos como Walker e Bush tendem a crescer nas intenções

O Estado de S. Paulo

26 de julho de 2015 | 13h53

CONCORD - O pré-candidato republicano à presidência dos Estados Unidos Donald Trump lidera as pesquisas não só no âmbito nacional - que é um termômetro sobre o nível de conhecimento do nome do político -, mas também aparece bem em alguns dos Estados que votam primeiro no processo de nomeação.

Uma pesquisa da NBC News/Marist divulgada neste domingo, 26, mostra Trump com 21% em New Hampshire, contra 14% de Jeb Bush. Já em Iowa, ele tem 17% das intenções, atrás apenas do governador de Wisconsin, Scott Walker, que tem 19%.

Até agora, Trump tem liderado as pesquisas nacionais, mas analistas dizem que candidatos como Walker e Bush tendem a crescer nas intenções de voto à medida que a campanha avança. Trump fez campanha neste sábado, 25, em Iowa, onde atacou o governador de Wisconsin pela primeira vez.

Tanto em Iowa como em New Hampshire os eleitores republicanos dizem que vão apoiar o candidato que mais se identifica com suas ideias, não aquele que possivelmente tenha melhores condições de vencer a disputa pela Casa Branca.

Apesar de aparecer bem nas intenções de voto, Trump também tem os maiores índices de rejeição. Em Iowa, 44% dos entrevistados têm uma visão negativa sobre o empresário, enquanto em New Hampshire esse índice é de 53%.

Já entre os pré-candidatos democratas, a ex-primeira-dama e ex-secretária de Estado Hillary Clinton lidera com 55% das intenções em Iowa, contra 26% do senador Bernie Sanders e 4% do ex-governador de Maryland Martin O'Malley. Em New Hampshire, Hillary tem 47%, ante 34% de Sanders.

A pesquisa foi realizada entre os dias 14 e 21 de julho, com 1.829 eleitores, e tem margem de erro de 3,2 pontos porcentuais, para cima ou para baixo. /DOW JONES NEWSWIRES

Tudo o que sabemos sobre:
Estados UnidosDonald Trumpeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.