REUTERS/Jean-Paul Pelissier
REUTERS/Jean-Paul Pelissier

Donald Trump e líderes europeus parabenizam Macron por vitória na França

Além do presidente americano, líderes de Alemanha, Reino Unido, Espanha e da Comissão Europeia comemoraram a eleição do candidato centrista na disputa com a ultranacionalista Marine Le Pen

O Estado de S.Paulo

07 Maio 2017 | 18h00

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, parabenizou neste , 7, o presidente eleito da França, Emmanuel Macron, pela "grande vitória" nas eleições através de uma mensagem publicada na rede social Twitter.

Além dele, os principais líderes europeus, como a chanceler alemã, Angela Merkel, a primeira-ministra britânica, Theresa May, o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, reagiram ao triunfo do candidato centrista.

"Felicitações a Emmanuel Macron por sua grande vitória hoje como o próximo presidente da França. Tenho muita vontade de trabalhar com ele!", escreveu Trump em um breve comentário na rede social.

Em comunicado, o porta-voz da Casa Branca, Sean Spier, disse que o governo Trump parabenizava outra vez Macron e o povo da França pela eleição presidencial realizada com êxito. "Desejamos trabalhar com o novo presidente e dar sequência à nossa estreita cooperação com o povo francês", disse a nota.

Já o porta-voz da chanceler alemã, Angela Merkel, qualificou a vitória de Macron como uma "vitória para uma Europa forte e unida". "Felicidades, @EmmanuelMacron. Sua vitória é uma vitória para uma Europa forte e unida e para a amizade franco-alemã", publicou Steffen Seibert, em alemão e francês, no Twitter. 

O ministro alemão das Relações Exteriores, Sigmar Gabriel, também comemorou a vitória de Macron e considerou que a França se mantém, assim, "no coração da Europa". "'Liberté, Egalité, Fraternité!'. A França escolheu isso hoje. A grande nação esteve, está e se mantém no centro e no coração da Europa", publicou Gabriel no Twitter, utilizando o lema nacional francês. 

Em comunicado, a primeira-ministra do Reino Unido, a conservadora Theresa May, parabenizou o centrista, garantindo que o país é um aliado. "A primeira-ministra felicita, sinceramente, o presidente eleito Macron por seu sucesso eleitoral", disse o porta-voz oficial do Executivo de Londres, por meio de comunicado.

O comunicado do Executivo britânico aponta que a França "é um dos nossos mais próximos aliados", e destaca a "vontade de trabalhar com o novo presidente, sobre uma ampla gama de prioridades compartilhadas" pelas duas nações.

Outro líder que recorreu ao Twitter para parabenizar o francês foi Mariano Rajoy. O primeiro-ministro espanhol destacou a necessidade de trabalho conjunto dos dois países.

"Parabéns @EmmanuelMacron, novo presidente da #França. Trabalhemos, França e Espanha, por uma Europa estável, próspera e mais integrada", escreveu Rajoy.

Por fim, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, comemorou a eleição de Macron assegurando que os franceses elegeram "um futuro europeu". 

"Feliz de que os franceses tenham eleito um futuro europeu", declarou Juncker no Twitter. O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, elogiou a decisão dos franceses a favor da "liberdade, a igualdade e a fraternidade".

Em uma carta aberta a Macron, o líder do Exército europeu lembra a importância da campanha o líder do Executivo europeu lembra a importância da campanha que acaba de ocorrer na França. 

"A história da construção da União Europeia está tão estreitamente vinculada às da França que o debate público sobre o lugar da França na Europa foi ouvido muito além do país que você terá a responsabilidade de presidir", escreveu. 

Juncker mostrou-se, ainda, "confiante" em que a colaboração com o novo presidente será "frutífera" para promover "uma Europa que proteja e defenda nossos concidadãos e lhes dê os meios para agir". / EFE e AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.