Donos de circos pedem melhor tratamento a animais

Participaram do encontro donos de circo de todo o mundo

EFE,

04 de novembro de 2007 | 03h02

Analistas e donos de circos de todo o planeta se reuniram na cidade chinesa de Shijiazhuang (norte), onde pediram um melhor tratamento a leões, elefantes e outros animais que costumam fazer parte de seus espetáculos, informou a agência estatal "Xinhua". Participou do fórum realizado esta semana o mexicano Julio Cárdenas, autor de livros sobre a história do circo, que defendeu o direito das trupes circenses de usar animais em seus espetáculos, apesar das críticas de alguns grupos ambientalistas. "O circo tem o direito histórico de exibir animais em seus espetáculos. Isso acontece há dois mil anos", disse Cárdenas na conferência, assinalando que o que é preciso é "melhorar o controle de como os circos tratam seus animais". O presidente da Academia de Artes Circenses da Rússia, Serguei Makarov, também presente no fórum, criticou práticas cruéis como arrancar as presas de alguns animais para que não possam machucar domadores e treinadores. Associações ecologistas como a britânica Captive Animals Protection Society mostraram-se favoráveis à proibição do uso de animais nos circos de todo o mundo.

Tudo o que sabemos sobre:
animaiscirco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.