AP Photo/Michael Conroy
AP Photo/Michael Conroy

Donos dos times da NFL têm medo de seus jogadores, diz Trump

Em entrevista à emissora Fox News na qual voltou a criticar atletas e dirigentes que se ajoelham durante o hino dos Estados Unidos, presidente americano diz que times da liga de futebol americano devem 'ser duros' para reverter queda de audiência

O Estado de S.Paulo

28 Setembro 2017 | 16h15

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a pedir que os proprietários de equipes da NFL, a liga de futebol americano, tomem medidas contra os jogadores que protestarem durante a execução do hino no país. A quarta rodada da NFL começa nesta quinta-feira, com a partida entre Green Bay Packers e Chicago Bears.

Trump diz esperar que jogadores da NFL 'respeitem' país e bandeira

Há uma semana, Trump iniciou uma guerra digital e retórica contra atletas e dirigentes da NFL ao criticar de forma dura os jogadores que se ajoelham enquanto o hino americano é executado, antes das partidas, em protesto contra injustiças, discriminação e violência racial no país - cerca de 70% dos jogadores da NFL são negros.

"A NFL não pode faltar com respeito ao nosso país, à nossa bandeira. Não pode ter jogadores que fiquem sentados durante o hino nacional. Algo tem que ser feito", afirmou o presidente em entrevista à emissora Fox News.

"Tenho muitos amigos que são proprietários (das equipes). Na verdade, acredito que eles têm medo de seus jogadores. E acho que isso é uma vergonha", completou o presidente.

"Eles devem ser duros, ser inteligentes. Vejam a audiência, que está claramente em baixa. Há muitas cadeiras vazias nos estádios", sugeriu o republicano, alegando que sua cruzada contra os "que se ajoelham" não tem relação com questões raciais. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.